O CRE do Zucré

aqui se divulgam actividades, curiosidades e informações do centro de recursos educativos e se comunica 24h num Balcão de Atendimento sempre aberto...

12.2.07

O AMOR E OS POETAS

Deixamos-te aqui um belíssimo poema de um poeta que, embora não tenha nascido no Porto, aqui viveu e se considerou 'filho da terra': EUGÉNIO DE ANDRADE. (Se quiseres saber mais sobre ele, clica aqui ou aqui. O CRE tem alguns livros seus)

É urgente o amor.
É urgente um barco no mar.
É urgente destruir certas palavras,
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos,
muitas espadas.
É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.
Cai o silêncio nos ombros e a luz
impura, até doer.
É urgente o amor,
é urgente permanecer.

Eugénio de Andrade
E mais um lindíssimo texto de outro grande poeta português: EGITO GONÇALVES (Sabias que nasceu em Matosinhos? Se queres saber mais, clica aqui )
Declaração de amor
Uma declaração de amor não é acontecimento de domínio público, uma baleia que vara na praia sob o sol dos desastres e convoca multidões, desalinhando hábitos quotidianos; uma declaração de amor é um acto de grande intimidade que ergue um véu transparente de onde brotam mel e pássaros azuis. As palavras directas ou indirectas, ditas ou escritas, suscitam a carícia única, irrepetível, a leve percussão que desenha no silêncio a imagem do que se ama. E assim terá de se guardar. Num lugar seguro onde os sismos não possam encontrar o mapa do tesouro.
SE QUISERES LER MAIS POEMAS, CLICA AQUI!

6 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 
Locations of visitors to this page
$5,280,289
Check yours?