O CRE do Zucré

aqui se divulgam actividades, curiosidades e informações do centro de recursos educativos e se comunica 24h num Balcão de Atendimento sempre aberto...

20.4.09

23 DE ABRIL - DIA MUNDIAL DO LIVRO

Dois poemas do poeta Eugénio de Andrade, a propósito do DIA MUNDIAL DO LIVRO:



Os livros. A sua cálida,
terna, serena pele. Amorosa
companhia. Dispostos sempre
a partilhar o sol
das suas águas. Tão dóceis
tão calados, tão leais.
Tão luminosos na sua
branca e vegetal e cerrada
melancolia. Amados
como nenhuns outros companheiros
da alma. Tão musicais
no fluvial e transbordante
ardor de cada dia.
..................

Toda a poesia é luminosa, até
a mais obscura.
O leitor é que tem às vezes,
em lugar de sol, nevoeiro dentro de si.
E o nevoeiro nunca deixa ver claro.
Se regressar
outra e outra vez
e outra vez
a essas sílabas acesas
ficará cego de tanta claridade.
Abençoado seja se lá chegar.

13 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 
Locations of visitors to this page
$5,280,289
Check yours?